terça-feira, 4 de fevereiro de 2014

Sequência Didática - Língua Portuguesa

No trabalho a seguir, demonstrarei exemplos de como podemos trabalhar nas séries iniciais do ensino fundamental, com o auxílio do recurso de Sequências Didáticas. 
No link a seguir, estão as dicas e princípios que devemos seguir ao utilizar esse método nas séries inciais do ensino fundamental que pode também servir para outras disciplinas além da Língua Portuguesa.
http://escrevendo.cenpec.org.br/index.php?view=article&catid=23%3Acolecao&id=212%3Asequencia-didatica-e-ensino-de-generos-textuais&option=com_content&Itemid=33

Desse modo, o trabalho com seqüências didáticas permite a elaboração de contextos de produção de forma precisa, por meio de atividades e exercícios múltiplos e variados com a finalidade de oferecer aos alunos noções, técnicas e instrumentos que desenvolvam suas capacidades de expressão oral e escrita em diversas situações de comunicação, (Dolz, 2004).

Apresentando gêneros textuais      Série: 2º ano

Objetivos:
Ampliar o conhecimento sobre a variedade de gêneros textuais. 
- Observar, registrar e comunicar algumas semelhanças e diferenças entre os gêneros textuais. 
- Avançar no conhecimento sobre o funcionamento do sistema de escrita e na aquisição da leitura e da escrita convencional. 
- Ler para localizar características dos gêneros textuais;
- Desenvolver o hábito de ler e escrever durante o processo de produção textual. 

Conteúdos:

Prática de leitura e escrita;
Contos de fadas;

Série: 2º ano

Tempo estimado: 5 aulas com 2 horas de duração para cada gênero;

Material necessário:
Livros de contos de fadas, folhas xerocadas,lápis, borracha, tesoura, cola, barbante, pregadores e papel cartão colorido.

Livros: Chapeuzinho Vermelho, O Patinho Feio, Gato de Botas, Cinderela e Os Três Porquinhos;

1ª Aula:  Prática de leitura

Esta aula inicial, tem por objetivo perceber o que já sabem os alunos sobre os gêneros textuais e ampliar o conhecimento em relação ao gênero em estudo;
O professor deve levantar questionamentos sobre o gênero estudado e buscar saber quais as histórias os alunos já conhecem e mais gostam.
A sala deve ser organizada de modo que, os alunos fiquem em círculo ou meio círculo, proporcionando assim, um ambiente agradável com a oportunidade de leitura e a participação ativa da turma observando figuras no livro durante a  da história.
Assim, acredito que o contador de histórias deve ser dinâmico e utilizar diversas estratégias para contação de histórias.

2ª Aula: Língua oral

Após a leitura de diferentes contos pela turma, deve-se promover uma roda de conversa onde os alunos possam se expressar em relação às histórias; o professor deve apresentar uma breve biografia sobre os principais autores( Hans Christian Andersen, Irmão Grimm, etc) e permitir que a turma faça perguntas sobre eles. Por último, não menos importante, deve-se promover uma discussão sobre as características do gênero, a fim de que os alunos cheguem a algumas conclusões como:
Após a leitura de diversos CONTOS pela turma, deve-se promover uma roda de conversa onde os alunos possam se expressar em relação às histórias;o professor deve apresentar uma breve biografia sobre os principais autores (Hans Christian Andersen, Irmãos Grimm,etc) e permitir que a turma faça perguntas sobre eles.Por último, e não menos importante, deve-se promover uma discussão sobre as características do gênero, a fim de que os alunos cheguem a algumas conclusões como:
  • Os contos podem contar ou não com a presença de fadas,mas fazem uso de magia e encantamentos;
  • Contam com expressões como "Era uma vez..." e "Felizes para sempre..."
  • O herói ou heroína buscam uma realização pessoal(felicidade,amor,paz,etc);
  • Existem muitos obstáculos e vilões(bruxas,lobos,madrastas,etc)

3ª Aula: Linguagem Escrita
Nesta aula será preciso organizar situações em que os alunos sejam convidados a utilizar a escrita; algumas atividades com elementos da história podem ser significativas, como:
  • Listas de personagens;
  • Títulos dos CONTOS preferidos;
  • Descrição das características dos personagens e do ambiente onde se passa a história etc.
  • Interpretação de texto;
  • Atividades lúdicas:Cruzadinha;caça-palavras;jogo da forca,jogo da memória,etc.
4ª AULA: Prática de produção de texto
Após a leitura e o estudo de algumas CONTOS, os alunos terão subsídios básicos necessários para a produção de textos de própria autoria atendendo as características do gênero proposto.Os desenhos da crianças não devem ser esquecidos nesta etapa,pelo contrário,devem ser incentivados e valorizados para que o aluno também compreenda a ilustração como um gênero textual extraverbal. 

5ª AULA: Análise e reflexão sobre a língua
O professor deve orientar os alunos sobre a estrutura adequada do texto e nortear atividades que os façam refletir sobre a melhor apresentação possível de suas produções.
  • Revisão do texto;
  •  Reorganização das idéias;
  •  Pontuação;
  • Correção ortográfica;
  • Coerência e coesão;
  • Reescrita do texto.

Sistematização
Os textos produzidos pela turma devem ser expostos e compartilhados em um mural  na sala de aula.Ao final de cada sequencia didática com um gênero textual o professor deverá arquivar em um portfólio individual o material produzido pela turma. As cinco aulas aqui apresentadas podem ser trabalhadas com vários gêneros previstos no planejamento anual do professor.É importante aproximar as produções textuais às práticas sociais de leitura e escrita vivenciadas pelos alunos, como a escrita de uma lista de compras, um bilhete ou uma carta, sempre evidenciando a funcionalidade do gênero.
Avaliação
A avaliação ocorrerá de forma contínua analisando as competências(ler,ouvir,conhecer e produzir) desenvolvidas pelos alunos durante a sequência didática.
O portfólio também se constitui um rico instrumento de avaliação,pois apresenta os avanços de cada aluno em relação às práticas de leitura e produção de texto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opinião!