domingo, 21 de abril de 2013

Trabalhos acadêmicos 2013.



http://www.fss.uerj.br/imagens/logo%20uerj.jpg
UERJ - Faculdade de Educação da Baixada Fluminense-FEBF
Disciplina: Perspectiva Histórica das Ideias e Práticas Pedagógicas
Professora: 
Aluna: Dayse Alves

5º Portifólio

A história nacional brasileira sobre o sistema universitário nos mostra que os modelos elitistas e as ações voltadas para a classe dominante são recorrentes e promovidas com resultados e metas estabelecidas. Com a decisão histórica de garantir através de uma lei que as universidades federais devam reservar 50% de vagas para estudantes negros, carentes ou indígenas, avançamos na luta por mecanismos mais justos de ingressar ao ensino superior público para os estudantes que foram prejudicados por inúmeros e diferentes impedimentos para o aceso a uma educação pública de qualidade, bem como a sua conclusão.
Ainda encontram-se resistências para a concretização de ações que visem a diminuição das desigualdades ao acesso para o ensino superior.
Acredito que uma grande parte dos docentes, mestres e doutores, almejam receber apenas estudantes que tenham tido a oportunidade de preparar-se em colégios e escolas com mais recursos em geral. A partir de experiências de minha graduação, concluí que mesmo que alguns professores não estejam dispostos a ajudar aqueles estudantes que não puderam se preparar como deveriam para a universidade, a sociedade em geral, necessita cobrar do poder público o direito de acesso ao ensino superior público à todos aqueles que foram ao longo da história brasileira sendo excluídos e impedidos desse direito. A criação do sistema de cotas no modelo federal superior é uma conquista que é resultada de lutas e disputas antigas e contraditórias em nosso país em um momento novo de participação popular e de busca por uma sociedade mais justa e igualitária.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opinião!