domingo, 21 de abril de 2013

Mais trabalhos acadêmicos






                                              http://www.uerj.br/institucional/arquivos/logo_uerj_pb.jpg
Faculdade de Educação da Baixada Fluminense-FEBF-UERJ                                           
Data: 14/02/2013
Professora:
Aluna: Dayse Alves
Disciplina: Perspectiva Histórica das Ideias e Práticas Pedagógicas II

*Com base no manisfesto dos pioneiros de 30 e vídeos, discuta o que foi interessante de lá para cá e utilizado na educação atual. Como aconteceram as transformações nesta área e como eu percebo as mudanças, avanços ou idéias que não se concretizaram. Reflexão crítica sobre a educação atual, o que é válido, o que poderia ser mudado...

A história da educação no Brasil é marcada por desigualdades, interesses de grupos influentes e a ideia de manter o poder nas mãos da classe dominante. No início, no século XX o Brasil tinha 80% de analfabetos, o que se apresentava natural para o país em sua maioria de áreas rurais e reduzidos os espaços urbanos.
Com a chegada dos imigrantes, após a abolição da escravatura, surgiram necessidades educacionais que atendessem as crianças que chegavam com os pais ou nasciam em nosso país. Com o passar do tempo, muitos imigrantes não se adaptaram ao trabalho em fazendas e fixaram suas próprias comunidades, escolas, costumes, preservando a cultura de origem.
O governo brasileiro precisou aumentar o número de escolas para não permitir que escolas estrangeiras ganhassem ênfase naquele momento. Foram feitos investimentos que novamente beneficiaram a classe dominante.
A partir dessas concessões de benefícios a grupos minoritários e interesses individuais de governantes, o Brasil enfrenta um complexo momento de luta por direitos adquiridos nas leis criadas no decorrer de sua história educacional, onde a maioria da população consegue vislumbrar uma melhoria significativa desse quadro.
O projeto de escola pública no país está em crise permanente. É necessário que a educação seja encarada como pilar central de uma nação desenvolvida e democrática, para que possamos formar indivíduos dotados de senso crítico, reflexão e participação política nas decisões que irão influenciar suas vidas.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opinião!